Residência artística, Pedro Caeiro

Pedro Caeiro, Miguel Graça e Joana de Verona vão estar no Monte do Quiosque, na Azaruja, em residência artística, cujo resultado será uma leitura encenada de O Diário de Adão e Eva é uma adaptação para teatro de duas narrativas curtas de Mark Twain: EVE'S DIARY e EXTRACTS FROM ADAM'S DIARY. Em comum, as obras têm o tema: a criação das figuras de Adão e Eva, a sua expulsão do paraíso e a consequente vivência num mundo fora do Éden; mas são meras desculpas para analisar com humor e ironia as relações entre homens e mulheres através dos tempos. Adão e Eva aparecem como figuras simbólicas do masculino e do feminino, exércitos de uma guerra de sexos e de uma incompreensão mútua que, no entanto, têm no amor uma correspondência inevitável.

Pedro Caeiro

Nasceu em Oeiras em 1985. Estreia-se em 2003 no S. Luiz com a peça Caixa de Sombras de Michael Cristofer, onde também veio a participar em Romeu e Julieta, com encenação de John Retallack.

Em 2005 concluiu o curso de Interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais, onde foi aluno de Carlos Avilez, com quem trabalha em vários espectáculos no TEC, como Inês de Portugal de Alejandro Casona e O Comboio da Madrugada de Tennessee Williams, com o qual recebeu o Prémio Bernardo Santareno de Actor Revelação 2011.

Participou em Répteis de Miguel Graça e desde 2007 que colabora regularmente com o Teatro do Vestido, destacando-se os seus trabalhos em Fora de Casa por Agora e Nómadas.

21 a 23 de Agosto
Monte do Quiosque
Azaruja

24 de Agosto
Igreja de São Vicente
Évora